A Caldense entrou campo pressionada na manhã deste domingo (17), precisando de uma vitória para subir na tabela. Em uma partida com três pênaltis, a Veterana venceu o Boa Esporte de virada por 2 a 1 e conquistou sua primeira vitória no Campeonato Mineiro.

A partida marcou a estreia do técnico Mauro Fernandes, que escalou a equipe com um novo esquema tático. A grande novidade foi o poços-caldense Júlio Magalhães, que fez seu primeiro jogo como atleta profissional.

O jogo mal começou, com 40 segundos, o Boa invadiu a área pela esquerda, Lazarini tentou fazer o corte e a arbitragem assinalou pênalti. Gindre foi para a cobrança e abriu o placar para os visitantes. O Verdão foi obrigado a partir para cima na tentativa de buscar o resultado e, aos 9, Judson girou e bateu bonito, a bola passou por cima do travessão. Aos 18, Lazarini cruzou, Lorran chutou e o goleiro defendeu em dois tempos.

Dez minutos depois, Omar fez rápida reposição de bola e Lorran passou para Reginaldo. O atacante alviverde bateu cruzado, à esquerda da meta. Aos 34, Gindre arriscou da intermediária e Omar tirou no canto.

Aos 42, em jogada aérea, Lorran subiu para disputar a bola, sofreu uma cama-de-gato e o árbitro marcou penalidade máxima para a Caldense. Felipe Baiano bateu firme no alto e empatou o jogo. No intervalo, o novo reforço do Verdão, Danrlei, entrou no lugar de Lazarani e o time voltou para a etapa complementar com uma formação diferente, com Felipe Baiano na lateral-direita.

A marcação era intensa, mas Judson deu bela enfiada de bola para Lorran, que invadiu a área aos 12 minutos e foi derrubado. Mais um pênalti para a Veterana. Novamente Felipe Baiano cobrou, dessa vez no canto esquerdo baixo do goleiro Renan Rocha, que chegou a tocar na bola, mas ela entrou. Com isso, o volante alviverde chegou ao seu quarto tento no estadual e se tornou vice-artilheiro da competição, empatado com Fred do Cruzeiro, atrás apenas de Ricardo Oliveira do Atlético-MG.

Aos 18, o jovem Júlio Magalhães, que passou a ser o homem das bolas paradas, levou perigo em uma cobrança de escanteio, quase surpreendendo o arqueiro. Os visitantes então ameaçavam ir para o tudo ou nada. Robinho entrou na vaga de Lorran para fechar o sistema defensivo.

Restando menos de cinco minutos para o término do tempo regulamentar, o time de Varginha teve a chance de empatar. Após cobrança de escanteio, Omar se esticou todo para defender uma cabeçada, a bola ainda resvalou na trave antes de sair. A arbitragem deu 7 minutos de acréscimo, o final do jogo foi de cheio de tensão, mas a torcida alviverde comemorou a primeira vitória do Verdão: Caldense 2 x 1 Boa Esporte.

A Veterana volta a campo no próximo sábado às 16h em Tombos contra o Tombense no Almeidão.

Ficha técnica Caldense 2 x 1 Boa – 17/02/2019

Caldense: Omar, Lazarini (Danrlei), Renato Silveira, Rodolfo, Edu Pina, Jean, Felipe Baiano, Júlio Magalhães (Joel), Judson, Lorran (Robinho) e Reginaldo. Técnico: Mauro Fernandes.

Boa:  Renan Rocha, Chiquinho, Victor, Fernando, Wenderson, César Sampaio (Denis), Allan (Kaio), Maicon Douglas, Gindre, Lucas Gomes (Jayme) e Gustavo. Técnico:Tuca Guimarães.

Gol: Gindre 1’ 1º T (Boa) / Felipe Baiano 42’ 1º T e 13’ 2º T (Caldense)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Auxiliares: Frederico Soares Vilarinho e Marciano Pires de Lima
Cartões amarelos: Jean, Edu Pina, Rodolfo, Lorran e Joel (Caldense) / Wenderson, Gustavo e Victor (Boa)
Cartões vermelhos: –
Público pagante: 672
Público presente: 1.315
Renda: R$ 9.020,00

Fotos: Renan Muniz / Caldense  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here